quinta-feira, 12 de abril de 2012

CRIME EM GARANHUNS: CORPOS DE MULHERES SÃO ENCONTRADOS ESQUARTEJADOS


Durante a manhã desta quarta-feira (11), a Polícia Civil encontrou os corpos de duas mulheres que estavam desaparecidas, na cidade de Garanhuns, no Agreste do Estado. As vítimas, Giselly Helena da Silva, 31 anos, e Alexandra Falcão da Silva, 20, tiveram seus corpos esquartejados e enterrados dentro de um saco no quintal de uma casa, localizada na Rua dos Emboabas, no bairro Jardim Liberdade.

Segundo a polícia, o crime, que demonstra requinte de crueldade, foi cometido por Isabel Cristina Pires da Silveira, 31, seu marido, Jorge Beltrão Negro Monte da Silveira, 51, e a amante, Jéssica Camila da Silva Pereira, de 25 anos. Os envolvidos moravam na mesma residência e formavam um triângulo amoroso.

A polícia só conseguiu chegar aos suspeitos após a investigação do desaparecimento de Giselly. Ainda de acordo com a polícia, a vítima havia saído de casa no dia 25 de fevereiro, alegando ter recebido uma proposta de Isabel, que se identificou como Yolanda, para trabalhar como doméstica na casa do trio. Lá ela receberia um salário e meio. Giselly chegou a avisar aos seus familiares que tinha aceitado a proposta.

A família decidiu entrar em contato com a polícia que começou a investigar um suposto sequestro. Após dois dias do desaparecimento, faturas de cartão de crédito começaram a chegar à residência de Giselly.

Isso chamou a atenção dos agentes que decidiram se dirigir aos estabelecimentos que constavam no documento em busca de informações que pudessem levá-los ao paradeiro da moça. A partir daí conseguiram ter acesso a imagens do circuito interno de câmera de algumas dessas lojas. A partir disso, identificaram os três suspeitos fazendo compras com o cartão da vítima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário