quarta-feira, 28 de maio de 2014

GRE SUBMÉDIO SÃO FRANCISCO, EM PETROLINA, RECEBE EQUIPE DO PPE

Resultados de 2013 e estabelecimento de novas metas compõem pauta das reuniões

A Gerência Regional de Educação (GRE) Submédio São Francisco, em Petrolina, entrou no clima da Copa do mundo e se coloriu de verde e amarelo para receber a reunião do Pacto pela Educação nesta quarta-feira (28).   Os 67 gestores da GRE puderam conversar com o secretário de Educação e Esportes, Ricardo Dantas, e celebrar os resultados positivos alcançados no ano de 2013, além de firmar compromissos com as metas estabelecidas para 2014.

Acompanhado pela comitiva de técnicos da SEE, que apontaram os avanços e desafios da educação no estado, o secretário destacou que o cumprimento parcial ou integral das metas, que valem para o Índice de Desenvolvimento da Educação de Pernambuco (Idepe), determinará o valor do Bônus de Desempenho Educacional (BDE) recebido pelos trabalhadores em educação.

Com a visita à GRE de Petrolina, as reuniões de pactuação completam com sucesso o acompanhamento de 11 das 17 Gerências Regionais de Educação (GREs). A ação faz parte da política pública de monitoramento da qualidade das escolas estaduais, e têm como objetivo reforçar a importância do planejamento e do acompanhamento dos indicadores educacionais para o alcance das metas acordadas entre Governo, GREs e escolas.

Para os educadores presentes, essa é uma oportunidade de maior interação entre gestores escolares e corpo administrativo da Secretaria de Educação e Esportes. “Tenho 33 anos de trabalho na SEE e nunca tinha visto um momento como este onde a secretaria sai da sede e vem para a ponta. A forma como a reunião é feita eleva a autoestima dos gestores, pois eles são ouvidos e as soluções dos problemas são apresentadas na hora, pra que eles repassem para a comunidade escolar”, declarou Cleoneide Maria Alves, gestora da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Professora da Osa Santana de Carvalho.

Já a gestora da GRE, Anete Ferraz, ressaltou os efeitos positivos para a educação trazidos pelas reuniões.  “Acho a reunião importante e necessária no ponto de vista da integração e consolidação do pacto pela educação. O secretário está diminuindo a geografia do estado e se aproximando do cais ao sertão. Isso dá aos gestores escolares uma segurança, aumentando a crença no pacto. Esse monitoramento descentralizado além de fortalecer as relações aumenta o grau de confiança, entre a GRE e a SEE. O formato da reunião permite a participação de todos e com isso todos têm acesso à mesma informação em rede”, destaca.

O próximo encontro será nesta sexta-feira (30) com os 19 gestores da Gerência Regional de Educação Litoral Sul, em Barreiros. Ao todo, 759 escolas de Ensino Médio, excluindo escolas indígenas, quilombolas, de aplicação e centros tecnológicos da rede estadual são monitoradas pelo PPE.

Fotos: Ademar Filho
Fonte: Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário