sexta-feira, 8 de agosto de 2014

PRORURAL INVESTE R$ 11,6 MILHÕES PARA MELHORIAS NA AGRICULTURA FAMILIAR

Representantes de organizações de agricultores familiares participaram, nesta terça-feira (05), de reunião para pactuação das matrizes de ações e investimentos dos Planos Territoriais das Redes Produtivas da Horticultura Agroecológica, Grãos e Raízes e Tubérculos. Na ocasião, foram anunciados os investimentos da ordem de R$ 11, 6 milhões para quatro territórios formados por 20  municípios da Zona da Mata e RMR.

De acordo com o gerente geral do ProRural, Walmar Jucá, os valores serão aplicados em ações de infraestrutura hídrica e projetos produtivos e beneficiarão cerca de 115 organizações de produtores familiares. “A implantação destes Planos Territoriais de Redes Produtivas traz uma nova perspectiva de promover o desenvolvimento rural, por meio de uma ação integrada entre Estado e sociedade”, explica.

Através de uma iniciativa que conta com a participação das organizações dos agricultores familiares, sociedade civil, instituições públicas e privadas, os Planos Territoriais são elaborados com o objetivo de gerar melhorias na produtividade e aumento na geração de renda. Através da identificação das necessidades do setor são definidos as ações e investimentos a fim de promover o crescimento econômico dos territórios.

“É muito bom participar deste projeto e ver o atendimento as nossas demandas e a vida no campo avançando”, destaca o agricultor João de Ronda, do município de Pombos. “Trabalho no plantio de hortaliças desde jovem e hoje  fico satisfeito em ver  este governo que  olha para o trabalhador do campo”, acrescenta o produtor José Armando.

Serão atendidos com os recursos os produtores familiares das redes de horticultura, milho, feijão, raízes e tubérculos dos municípios de Araçoiaba, Abreu e Lima, Cabo de Santo Agostinho, Igarassu, Itapissuma, Ipojuca,  Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata, Escada, Moreno, Vitória de Santo Antão, Chã de Alegria, Chã Grande, Glória de Goitá, Feira Nova, Gravatá, Pombos, Lagoa de Itaenga, Amaraji e Primavera.

Fonte: Programa ProRural - Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária - Governo de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário