quarta-feira, 18 de março de 2015

“MAIS CULTURA” CHEGA EM BREJINHO – PE

A iniciativa do MEC e do Minc, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Brejinho, está envolvendo cerca de 30 crianças na criação, circulação e difusão da arte.

Desde o mês de outubro de 2014 que Brejinho está vivenciando um projeto cultural como nunca antes visto em sua história escolar e comunitária: Trata-se do programa Mais Cultura, iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério da Cultura (Minc), ao qual a Prefeitura Municipal de Brejinho (PMB) aderiu através de sua Secretaria Municipal de Educação (SME). Cinquenta brejinhenses, entre alunos, professores, familiares dos alunos e pessoas da comunidade estão envolvidos nas atividades do programa.

O processo seletivo para Brejinho aderir ao programa não foi fácil. Somente em seu eixo (“Criação, circulação e difusão da produção artística”) foram mais de 10 mil inscritos. Destes, somente cerca de 5 mil foram selecionados, dentre os quais Brejinho. O Município foi escolhido por conta dos seguintes critérios: Mais da metade dos alunos da rede municipal de educação são beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF), o Município acolhe o programa Mais Educação e já possui iniciativas artísticas. Neste último quesito, a presença do Clube de Leitura Estação das Letras e a realização mensal da Sexta da Cultura tiveram um peso considerável.

As atividades, que estão sendo coordenadas pela professora  Socorro Silva “Socorrinha”, são as seguintes: Sessão de cinema, rodas de leitura, visita a museus, realização da Sexta da Cultura, oficinas de pintura, feira cultural e oficinas de dança. No momento, os estudantes estão trabalhando diversas temáticas, como bullying, reciclagem, alimentação saudável e cultura local e global. Para dar sustentação a isto, a coordenadora e os parceiros estão utilizando referências como os cineastas Lee Daniels e Bruno Barreto, os músicos Zé Ramalho e Luiz Gonzaga e o artista plástico Cândido Portinari.

Segundo Socorro Silva, a recepção dos adolescentes tem sido muito boa, até porque alguns deles já têm certa experiência artística, principalmente na área da poesia popular. As atividades estão previstas para durar seis meses, com a possibilidade de renovação da adesão depois disso.

De acordo com o articulador do Selo UNICEF em Brejinho, Felizardo Alves, o programa é um dos primeiros passos para a viabilização de uma das ações estratégicas presentes no Plano de Ação Anual da campanha do Selo UNICEF em Brejinho; ou seja, “Município implementando programas para a inclusão e permanência de crianças na educação básica”.

Fonte: Assessoria de Comunicação por Felizardo Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário